Sem desculpas

Não te conheci assim. Você não era assim. Nós nos dávamos bem, até você pisar na bola. Não foram só os seus atos e sentimentos, mas também não me culpe dos meus. Não tenho culpa de não sentir como você. Em certos momentos eu gostava de você, na verdade sempre gostei mas não nos mesmos aspectos que os seus.

Gostei de você mesmo nossas séries favoritas serem totalmente diferentes uma da outra, apesar do nosso gosto musical ser bastante parecido. Essa é uma das coisas que também deixaram de ser boa, afinal musica também trazem lembranças. Naturalmente de momentos bons, mas que talvez não aconteça mais.

Piorou ainda mais. Principalmente agora, quando você mudou tanto a ponto de tentar me evitar. E esse seu egoísmo puro não te deixa admitir que o que te faz bem é só saber se pelo menos eu estou bem.

Confiava em você e em quem você era. Não te quero longe, mas agora que me mostrou a verdade, não aceito desculpas, apenas te entendo.

Não te quero como antes, mas repito, não te quero longe, olhos verdes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s